Consultoria em ERP

Página 5 de 7

Mão De Obra No Processo Produtivo Protheus Ribeirão Preto 

Quanto tempo e qual é a quantidade de mão de obra necessária para produzir como as empresas fazem para ter o custo padrão da mão de obra e depois qual é foi custo real agregado

As empresas que produzem precisam apurar os custos da produção e para isso precisa colocar o custo da mão de obra aplicada dentro da ordem de produção.

Empresas que trabalham com a ferramente e ERP Protheus da TOTVS podem configurar esse processo através de processos padrões sem que precise customizar ou alterar o programa da forma que foi desenvolvido pelo fabricante.
Abaixo segue um passo a passo de como deve ser configurada a ferramenta para obter o custo da mão de obra dentro da ordem de produção.

Passo a Passo

Contas contábeis

Verificar com o time de contabilidade da empresa quais as contas contábeis que recebem os valores dos custos das mão de obra.
Vale lembrar que o custo de mão de obra no processo fabril vai para estoque de produto em elaboração ou produto acabado e só reconhecido como custo somente no momento em que é efetuado a baixa do estoque pela emissão da nota fiscal de venda.
Centros de custos

Verificar quais centros de custos existem exemplo:
Centro de custos produtivo
Centro de custos indiretos
Centros de custos administrativos
Cadastro de produto no Protheus

Verificar se existe produto com o código MOD+centro de custos
Caso não tenha, crie um produto com o código MOD+Centro de custo direto.
Obs: algumas empresas utilizam de varias contas no mesmo centro de custos exemplo:
Conta de salários, encargos
Conta de depreciação
Conta de gastos gerais de fabricação
Neste caso se vincular o centro de custo a estrutura de produto, os valores de todas as contas que recebem os lançamentos vão para o custo do produto, para que isso não aconteça pode-se utilizar de duas formas diferente para apuração do valor do centro de custos.

A) Amarração centro de custos X Conta contábil;

     No processo contábil CTB inclua um item de amarração;
     No plano de contas vincule o item como amarração;    
     Cria um produto ex: Cod. ZMOD
     No campo B1_CCUSTO vincula ao centro de custo produtivo
     No campo B1_GRCUSTO vincula o item de amarração.
Com essa configuração o produto ZMOD será valorizado conforme as contas que estão amarradas no plano de contas do centro de custos que está vinculado ao produto.
Nota: essa configuração dificulta analise de apropriação de custos através dos relatórios da contabilidade

B) Centro de custos específicos
Criar um centro de custo denominado ZMOD;
Criar uma conta redutora do grupo da conta de salários, essa conta receberá o credito do rateio dentro do grupo contábil de mão de obra com o processamento do rateio o grupo de conta ficará  zerado.
Criar uma conta que irá receber os valores do rateio, normalmente criamos uma conta no grupo 8 ou 9.
Cria regra de rateio do centro de custo produtivo incluindo as contas que compõe a mão de obra;
O rateio deve ser configurado para ler as contas e centro de custos que tem valor lançado, creditar a conta redutora criada acima e debitar a conta do grupo 8 ou 9 dentro do centro de custos ZMOD.Nota: essa configuração facilita a analise, uma vez que o valor estará no razão contábil e balancete.

Estrutura de produtos

Uma vez criada a estrutura de produtos onde temos:
O produto acabado
O produto intermediário
A matéria prima
A embalagem
Vamos incluir agora o produto ZMOD e neste caso podemos colocar o tempo standard ou tempo padrão que utilizamos de mão de obra para produzir.
Nota: a utilização da ZMOD na estrutura deve-se entender que é um tempo padrão, o ideal é que tenha o apontamento real das horas trabalhadas, utilizando o processo por roteiro onde aponta as horas reais.
Mas mesmo assim precisa ser pensado a despesas de ociosidade, apontando as horas improdutivas e essas horas ao serem valorizadas devem ir para despesas e não compõe o custo do produto.

Cadastro de TM

Cadastrar uma TM para produção
Atenção ao campo transfere  MOD se por apontamento ou não, se for por apontamento não será utilizado a quantidade que esta no empenho da Ordem de produção

Abertura e apontamento de produção

Já temos as estruturas prontas, agora vamos abrir a ordem de produção;
Vamos efetuar o apontamento de produção
Nota: estar atento ao cadastro de TM (tipo de movimento), analisar o método de requisição da MOD se é por apontamento ou não

Cadastro do LP ( lançamento padronizado)

Criar o LP 668 para apontamento da produção e a regra é:
Debita conta de estoque de produto em elaboração ou produto acabado e depende do momento do produto na estrutura e neste caso não tem centro de custo no processo uma vez que as contas de ativo não precisa ter centro de custos.
Nota: esse lançamento é do tipo que somente recebe o debito, alguns contadores querem que os lançamentos tenham partida dobrada, neste caso precisa analisar e criar uma conta de processo para receber o credito.

Criar o LP 666 para requisições
Credita a conta do grupo 8 ou 9 criado acima;
Credita o centro de custos ZMOD
Nota: lembre-se que o valor que está no centro de custos ZMOD foi alimentado pelo rateio

Roteiro de apuração

Contabilizar a folha de pagamento do més corrente;
Processar o rateio off line dentro do processo contábil;
Emitir o balancete Centro de custo X conta e verificar se o centro de custos ficou zerado após o rateio
Processar o recalculo do custo médio com os parâmetros:
Contabiliza = sim
Calcula Mão de obra = sim
Centro de custos extra patrimonial
Contas inibir de branco até 7ZZZZZZZ, pode ser também de branco a branco
Apos a finalização do calculo do custo médio analisar os relatórios abaixo:
Dentro do processo estoque, relatório: relação por O.P veja que as ordens de produções terão o produto ZMOD valorizado;
Dentro do processo estoque analisar o Kardex do produto ZMOD, esse relatório possibilita a analise de apropriação deste item em qual Ordem de produção foi alocado, quantidade e valor. 
Dentro do processo contábil analisar o balancete Centro de custo X conta da Conta 8 ou 9 do centro de custos Zmod para que possa verificar se o centro de custos Zmod zerou com o Lançamento contábil 666.
Pronto, agora estamos com a mão de obra agregada o custo de produção.

Página 5 de 7